Classificados e Marketing Tradicional: Até Quando?

Como corretor imobiliário de imobiliárias em paulinia, recentemente, tive uma discussão com um profissional que trabalha em um jornal impresso local.

O assunto era a sessão de classificados que, segundo ele, era responsável por manter a publicação circulando.

Ou seja, estava afirmando que, não fosse o mercado imobiliário, as vendas de carros usados e anúncios de emprego, não existiria mais jornal.

Não sendo da área, não posso afirmar que seja uma verdade válida de forma geral, mas, particularmente, não compro jornais há anos. 

A questão importante de fundo, entretanto, é que ainda existe uma parcela considerável da população que prefere o papel, o jornal impresso.                                         veja mais imoveis

Mas, pensando nos filhos destas mesmas pessoas, é muito difícil imaginar que este hábito vá se perpetuar.

Não me entendam mal, assim como os livros não morreram, os jornais devem continuar existindo de alguma forma, mas, dificilmente, da forma como os conhecemos hoje.

O mesmo vale para as revistas e outros meios tradicionalmente utilizados pelo marketing imobiliário.

Resta estar atento as mudanças, procurando embarcar na onda certa do marketing do futuro breve, voltado para os filhos da geração que ainda lê jornais impressos.